sexta-feira, 29 de julho de 2005

O POÇO NÃO TEM FUNDO - o blog da "Regina Duarte"




Algum(a) demente ocioso(a) montou um blog se passando pela atriz Regina Duarte. Ficou hilário:

http://meunomeeregina.blogspot.com/

É fácil notar que o responsável por este blog detesta a Regina Duarte, mas, ao mesmo tempo, saca muito da vida da atriz (reparem na quantidade de fotos e nos detalhes minuciosos da carreira dela). Selecionei aqui alguns dos melhores posts da Regina fake:

"Entre umas e outras garfadas de salada, refleti bastante e cheguei à conclusão de que o governo Lula está, bem, assim, digamos, deveras significativo. Depois, fui tomar banho para espairecer. Me masturbei com o chuveirinho."

"Gente, que cólica é essa? Alguém me ajuda? Minha vagina vai explodir!"

"Tô piscando, Fagundes. Soca tudo."

"Imagina! Eu também me preocupo com a higiene íntima das idosas. Fique com este Vagisil e me devolva quando puder, Dona Arlinda. É uso obrigatório. Ontem mesmo eu tava com coceirinha e, sem querer, achei um bichinho. Pensei: êpa, tá na hora de vavá."

"Uma das grandes jóias em interpretar a incrível Chiquinha Gonzaga para a televisão foi ter a oportunidade de fazer infinitas caras de "enfiaram o dedo no meu cu"."


Achei essa dica no blog Dedada Digital.

Reinaldo, o Bruto

quinta-feira, 28 de julho de 2005

OUTRO SONHO BIZARRO - A suruba de Marcos Valério



Mulher moderna é outra história...

Vocês vão achar que é zoação, mas de verdade não é. Sério. Sonhei que era amigão do Marcos Valério, tipo brother mesmo. E no meu sonho rolava o seguinte, como eu era muito brother do cara, ele me chamava para participar de uma suruba que ele estava organizando na casa dele.

Aí ele chegou com duas putas bem escrotas assim, derrubadas mesmo, feias, e eu desanimava na hora. Mais engraçado é que a esposa dele chamava as putas e dizia:

- Não se preocupem comigo, tá bom? Vocês são muito bem-vindas aqui, espero que sejamos amigas!

Eu pensei "que mulher moderna". Ele me chamou "vamos lá, Léo, vamos subir", já na escada, abraçado com as duas putas. Ficava pensando como alguém com tanta grana não conseguia descolar umas putas de melhor nível. Eu disse "já vou..." e fui para a cozinha fazer um lanche, não estava a fim de encarar os canhões. No chão tinha um balde, dentro tinha uma mistura de um óleo especial com ervas aromáticas que, no sonho, eu sabia que o MV gostava de passar nas mulheres durante a suruba, não sei para quê. Ele mesmo preparava o óleo em casa, era cheio da frescura com a parada, e tal. Aí ele gritava:

- Léo, traz o balde aqui pra cima!

Nesse exato momento, sem querer eu esbarrei numa travessa de salada e ela caía dentro do balde. Aí eu chamava a esposa do Marcos:

- E agora, Renilda? Deixei cair salada dentro do balde! O que eu faço?

- Nossa! (assustada) Disfarça! Vamos tirar as alfaces e subir o balde logo!

Aí a gente começava a discretamente tirar as folhas de alface e coisas da salada de dentro do balde. Então eu acordei.

SONHO BIZARRO - avacalhando com o Marcos Frota e o Roberto Jefferson


Marcos Frota

Tive mais um sonho esquisito nessa última noite...

No sonho eu estava em um banheiro me olhando no espelho com cara de assustado. O motivo de tamanho espanto era medonho: o meu nariz estava coberto com pêlos de barba (!). Como eu estava me sentindo uma aberração sem tamanho, decidi arrancar os pêlos do nariz com a mão. A tarefa, entretanto, estava complicada e peguei uma pinça que estava em cima da pia para arrancar os pêlos do nariz, um a um. Depois de meia hora arrancando aqueles pêlos chatos, acabei me cansando e resolvo sair do banheiro. Ao sair eu percebo que estou em um apartamento gigantesco onde está rolando uma festa agitada. Eu estava muito mal-vestido (estava usando apenas bermudão e chinelos) e logo me senti deslocado no meio daquele povo todo. Lá pelas tantas eu percebo que as pessoas não estão prestando atenção na minha roupa e, com isso, começo a relaxar e curtir a festa.

Fiquei rodando pela festa observando o movimento e procurando algum rosto conhecido. Como eu não achava ninguém, resolvi sentar na sala de estar para biritar e matar o tempo. Ao me sentar um desconhecido puxa conversa:

- E aí, Reinaldo? Beleza?
- E aí, cara? Te conheço de onde, hein...?
- [Finge que não escutou a minha pergunta] Pô, velho, esse caras da Globo devem passar o rodo na mulherada, né? Olha aqui, ó [o cara puxa pelo braço o ator Marcos Frota], esse cara aqui já comeu altas gatas!
- Quem, esse porra aí [aponto para o Marcos Frota com desdém]? Fala sério, cara! Olha o tamanho desse merda. Esse cara deve ter no máximo 1,55m de altura. Essa cara é um anão!

Marcos Frota me olha com cara de sem graça e solta um sorriso amarelo. Me viro para o cara que puxou conversa e prossigo com os comentários meigos:

- Cara, conheço um pessoal que vive dizendo que esse Marcos Frota é o maior tirador de onda. Dizem que esse mané chega no meio dos eventos e fica tentando chamar a atenção para a galera reconhecer ele. Esse cara é um merda...só come mulher porque trabalha na Globo! Se fosse um desconhecido qualquer ninguém dava bola. Baixinho só serve pra levar tabefe na nuca.
- Pô, cara, eu acho que você tá pegando pesado. O Marquinhos é gente fina [dá um tapinha nas costas do Marcos Frota, que está vermelho de tão sem graça]!
- Peguei pesado, é? Ah, foda-se.
- Bom, os políticos também comem muita mulher. Olha o meu amigo deputado atrás de você...

Me viro e vejo o deputado Roberto Jefferson pegando uma cerveja na geladeira. O deputado era bem baixinho no sonho, quase do porte de um hobbit. Para completar, o cara estava vestindo um terno lilás (!!). Depois de observar essa figura, prossigo com o papo:

- Esse picareta é teu amigo? Bicho, esse políticos comem muita mulher porque têm muita grana. É só por causa disso! Tu acha que esse duende [aponto para o Roberto Jefferson] come alguém por causa da aparência? Tu tá brincando. Esses caras vivem para roubar dinheiro público!
- [Sem graça] É, é...bem, cara, a gente se esbarra por aí. Até!
- Falous!

Nesse momento todos se dispersam, com exceção do deputado-hobbit Roberto Jefferson, que fica na minha frente me encarando com um olhar ameaçador. Finjo que não é comigo e continuo a beber a minha cervejinha, na maior cara-de-pau. Após uns 15 minutos tentando desviar o olhar do Roberto Jefferson, a minha consciência pesa. "Eu acho que esculhambei demais o Roberto Jefferson! Melhor aliviar a minha barra com esse cara antes que ele mande alguém me matar. Esse cara é muito dark", pensei com meus botões. Me levanto e vou na direção do Roberto Jefferson, que não para de me encarar com um olhar de ódio. Ao chegar pertinho eu digo:

- Roberto, desculpe aí pelas coisas que eu falei de você. Eu sei que você é um cara vingativo, que tá fudendo todo mundo do PT, mas pega leve comigo, beleza? Não sei o que deu em mim para te esculhambar...
- [Me encarando com olhar furioso] Qualé, cara! Depois que você fala aquilo tudo de mim, você ainda tem a coragem de vir aqui para tentar aliviar a tua barra? Você é muito cara-de-pau. Me aguarde...

Saio de perto engolindo em seco. "Fudeu", eu pensei. Disfarçadamente eu olho para trás e vejo o Roberto Jefferson conversando com dois negões halterofilistas de 1,90m, apontando na minha direção. Quando eu penso em fugir pulando pela janela...eu acordo!

Que sonho do mal.

P.S 1: não usei drogas antes de dormir.
P.S 2: não sou fã do Marcos Frota nem assisto novela.
P.S 3: por que o Roberto Jefferson tinha o tamanho de um hobbit? Que coisa mais do nada...

Reinaldo, o Bruto

segunda-feira, 25 de julho de 2005

MOMENTO JABÁ - Lauro Montana vai tocar em festa com o João Gordo!


Flyer da festinha


Nosso amigo Lauro Montana está virando gente. No próximo sábado (30/07) ele vai discotecar em uma festinha junto com o João Gordo! A festa terá dois ambientes: um electro e outro rock. Lauro toca no ambiente rock, juntamente com o João Gordo. Aliás...estou extremamente curioso para saber que tipo de som o João Gordo toca. Será que o cara bota só rock pauleira indançável ou ele tem algum bom senso? No flyer temos uma descrição interessante da faceta DJ do João Gordo:

Há 20 anos nos vocais da banda de hard-core Ratos de Porão, ele mostra seu ecletismo sem se prender à barulheira que é sua marca registrada. Na sua bagagem traz o conhecimento de um músico, a sapiência de um colecionador de música e a sensibilidade que lhe permite pilotar festas misturando New Wave, punk-rock, glam-rock e clássicos dos anos 60, 70 e 80 como ninguém.

João Gordo tocando New Wave e glam-rock? Curioso...

Segue abaixo os dados completos da festinha:

Subterrânea - electro & rock

Sábado, 30 de julho de 2005, das 23 às 05h
Subsolo do Teatro Dulcina (Setor de diversões sul - Conic)

DJs do ambiente rock: João Gordo, Montana, Mr. Brainer e Mr. Gevous


Djs do ambiente electro: Quizzik, Komka e Hopper



Reinaldo, o Bruto

sexta-feira, 22 de julho de 2005

INGLATERRA TRIUNFA!


Esses traques que andaram estourando no metrô de Londres já estão gerando efeitos interessantes. Primeiro, a polícia resolveu cercar uma mesquita por um bom tempo, na sexta-feira, a troco de nada. Hoje, a polícia britânica – que, pelo visto, não anda tão desarmada assim – matou a tiros um sujeito no metrô por ser suspeito de terrorismo. É, o Líder Adam Susan - tirano fascista que domina a Inglaterra do século XXI, no clássico das HQ “V de Vingança” - sentiria orgulho! Para quem duvida, eis o link da notícia.

Isso não se deve aos ataques, mas é conveniente que estejam finalizando, justo agora, o longa de “V”. Eles estão precisando do recado, e urgente. Espero que os Wachowski não pisem na bola dessa vez.



V de Vingança é leitura obrigatória. Quanto ao filme, vamos ver.



UPDATE: Homem morto pela polícia londrina não teve relação com ataques
UPDATE2: Scotland Yard chama parente de brasileiro para identicar corpo

"Segundo os rumores, a vítima seria um brasileiro, de 30 anos, do Estado de Minas Gerais, que trabalhava como eletricista em Londres. Ele residiria, com outros parentes, no bairro de Kingston Hill."

quinta-feira, 21 de julho de 2005

Vídeos de mau gosto para pessoas de bom gosto - vol. 3.4591


1)Guerrilheiro iraquiano é morto em frente às câmeras (1,74 MB)

Download

2)Não seja um Dick Vigarista nos esportes, você pode se arrepender... (841 KB)

Download

3) Nunca cante vitória antes do tempo (857 KB)

Download


Se você não sabe usar o Rapidshare (já deveria ter aprendido, porra!), siga as instruções abaixo:

1) Clique no link do vídeo desejado (dãaaaa...)
2) Ao entrar no site, mova sua barra de rolagem vertical lá para baixo. Você verá uma tabela com os escritos FREE e PREMIUM. Clique em FREE.
3) Ao carregar a página, mova novamente sua barra de rolagem vertical lá para baixo e aguarde em torno de 2 minutos para o link ficar disponível.
4) Quando o link ficar disponível, dê um clique e baixe a porra do vídeo (não use programas aceleradores de download, o site não aceita!).

Reinaldo, o Bruto

terça-feira, 19 de julho de 2005

MORRE O PONTA ESQUERDA DO CRB


Enquanto as ínguas do Flamengo e do Vasco fazem aquela aberração de partida no Domingo, morre na cidade cearense do Crato o bom jogador, coisa que não há em nenhum dos dois times anteriormente citados, Reginaldo Soares Ferreira, de infarto após bater o último penalty da partida de seu time, o Clube de Regatas Batateiras - CRB. Vejam a notícia da morte do craque aqui. Enquanto isso, pergunte se algum jogador dos dois referidos times do Rio morrem de vergonha?
Viva o CRB do Crato!!!

O MUNDO É DARK, MUITO DARK - Homem morre ao ser sodomizado por cavalo nos EUA





FONTE: Terra


Um homem morreu em um sítio nos Estados Unidos freqüentado por zoófilos ao ser sodomizado por um cavalo, informou a polícia nesta segunda-feira. "Do médico legista ao comissário, passando pelos investigadores, ninguém jamais viu algo remotamente parecido com isto", disse Eric Sortland, chefe da Polícia de Enumclaw, 60 quilômetros a sudeste de Seattle, Estado de Washington. A vítima de 40 anos sofreu graves lesões internas e seu corpo foi deixado por desconhecidos em um hospital de Seattle, no dia 2 de julho, pouco depois do ato. "Seu cólon rompeu, como os órgãos inferiores da mesma região, e a hemorragia o matou", revelou Sortland. As investigações revelaram que o sítio era especializado em zoofilia e oferecia a seus clientes cavalos, pôneis, cabras, ovelhas e até cães. Tudo era anunciado pela Internet. A polícia apreendeu fitas de vídeo com centenas de horas de atos sexuais entre homens e animais. O código penal do Estado de Washington não proíbe a zoofilia.

Fico imaginando que tipo de cara tem um cu tão arrombado a ponto de caber uma pica de cavalo. Será que ele "treinava" muito antes? Será que a merda saía da bunda dele sem ele sentir? Esse mundo me dá medo.

Reinaldo, o Bruto

domingo, 17 de julho de 2005

Maldade destilada é colocar no mesmo horário um especial do Chico Buarque e a primeira exclusiva do Lula pós-mensalão. Fiquei com o tosco ex-operário. Quem ligar a TV agora inda pega parte do especial do Chico.

sexta-feira, 15 de julho de 2005

OS GRANDES MISTÉRIOS DE BRASÍLIA - por que as brasilienses são tão chatas?




Desde que eu me entendo por gente que eu escuto os homens reclamarem da mulherada de Brasília. "São metidas pra cacete!" dizem uns, "mulher te esnoba antes de você falar teu nome" falam outros, "ninguem dá pra mim!" diria o Lauro Montana. A princípio eu achava essas reclamações uma desculpa de cara que não sabe dar em cima de mulher, mas, depois de observar melhor e frequentar mais festas, comecei a notar que essas reclamações tinham fundamento. A ficha só foi cair por completo quando eu percebi que muitos amigos meus preferiam sair na noite de Goiânia do que na noite brasiliense. Eu ficava encabulado e sempre perguntava o motivo. A resposta era quase sempre a mesma: "ué, cara, a mulherada de Goiânia é muito mais gata e gente fina. Pra que eu vou perder meu tempo com mulher de Brasília?". Realmente, mulher de Brasília tem algo esquisito. Não sei dizer se é um comportamento típico da "cultura" brasiliense ou se é alguma mutação genética provocada pelo clima da região, mas que a mulherada de Brasília é xarope, isso ninguém pode negar. Mulher daqui tem um comportamento padrão: se algum homem chega junto para dar em cima e a menina não vai com a cara do sujeito (e nem precisa de muita coisa para ela não ir com sua cara!), ela simplesmente não dá papo e não faz a mínima questão de ser simpática. Para dispensar o camarada é comum a garota dar uma patada ou falar frases delicadas do tipo "pô, cara, tu tá incomodando, sabia?".

Sabendo deste lametável comportamento das mulheres de Brasília, a Buldozer Corporation redigiu um relatório sobre os tipos de garotas mais comuns da noite brasiliense, assim como seu modus operandi. Leia com atenção e tente compreender a mente destas criaturas com vagina.

A patricinha




Todo mundo conhece uma patricinha: salto altíssimo, maquiagem carregada, bolsinha Louis Vitton (verdadeira ou não), corpinho malhado de academia, calça jeans de 300 reais e um celular em cada orelha. Quem é que nunca viu uma? Apesar de serem imbecis e fúteis, muita gente aqui já quis comer uma pat. Mas, infelizmente, querer não é poder. Comer uma pat em Brasília não é uma tarefa fácil. Além de frequentarem lugares caros (leia-se "da moda") as pats não são muito simpáticas com a abordagem masculina de estranhos. Se você é masoquista e gosta de levar patadas super escrotas, dê em cima de uma patricinha de Brasília. Você nem precisa fazer muita coisa para ela te tratar mal, apenas chegue junto e civilizadamente diga "oi, meu nome é Fulano, gostaria de me apresentar..." para tomar uma patada "padrão mulher de Brasília (descrita no final do primeiro parágrafo)" ou alguma dessas variantes:

1) Você se apresenta e a pat te olha com cara de esnobe. Sem falar uma palavra ela puxa a(s) amiga(s) pelo braço e se afasta te atropelando pelo caminho.

2) Você se apresenta, começa a puxar assunto e a pat lhe vira as costas e te deixa falando sozinho.

3) Você chega junto para puxar uma conversa e ela sai de perto fingindo que não te viu/ouviu.

Para chegar junto de uma pat sem correr o risco de levar patadas muito agressivas, é recomendável que você se aproxime dela através de um(a) amigo(a) em comum; que você seja um cara com muita grana ou que seja um cara famoso (jogador de futebol, pagodeiro, ator de novela, etc.). Caso contrário, fique em casa batendo punheta para as fotos da revista Caras ou tente dar em cima de outro de tipo de garota, como os tipos a seguir.


A alternativa




Nesse tipo se encaixam roqueiras, indies, góticas, clubbers e toda essa turma de modernetes. Muita gente pensa erroneamente que as alternativas liberam fácil e que ir em festinha underground é garantia de uma putaria bacana. Bem...as coisas não são bem assim. As alternativas de Brasília regulam a buceta tanto quanto as pats e ficar com alguma delas é complicado. Para completar, toda alernativa que se preze adora se pegar com outra mulher de vez em quando (tá na moda, né?) e é humilhante levar um fora de uma modernete para vê-la depois se atracando com uma menina mocréia bem na sua frente. Até hoje eu não saquei que tipo de homem que agrada as alternativas, já que é raro eu ir em festa underground e ver uma doidinha se pegar com um homem (já vi muitas delas bolinarem gays na pista de dança, mas isso não conta). Aliás, para tirar essa dúvida vocês poderiam contatar o nosso amigo Lauro Montana, que é DJ e produtor de festas indies e raramente come alguém (vai entender!).

PS: a viadagem e o lesbianismo poser está comendo solto nas festinhas underground de Brasília. Ser gay e lésbica ficou cult ou será que é falta do que fazer dessa turminha?


A "sem-rótulo"

Nesse tipo se encaixam as meninas que misturam características de pats e alternativas, ou meninas que gostam de tantas coisas diferentes que acaba sendo difícil rotular. Meninas desse tipo são mais simpáticas e gostam de dar abertura para abordagens de estranhos. Isso não significa que elas vão dar fácil, mas pelo menos é uma garantia que elas não vão te escurraçar só porque você está chegando junto. Normalmente andam misturadas em grupos de pats e alternativas. Preste mais atenção que você acaba achando esse tipo de menina por aí, tenha paciência...


Ah sim, para fechar eu gostaria de colocar o link da comunidade "odeio mulher de Brasília" do Orkut, onde a turma dá uma esculhambada na mulherada da capital federal:

Odeio mulher de Brasília (você precisa ser membro do Orkut)

Reinaldo, o Bruto

quinta-feira, 14 de julho de 2005

DE CATREVAGE A PEDERASTA
Essa eu li no site do jornal O MOSSOROENSE e, tendo em vista que aqui todo mundo ama a cidade de Mossoró, tive de postar para que o resto da comandita que lê esta muléstia do cachorro de blog tomasse conhecimento. Segue o texto.

Eis uma palavra desconhecida pelo famigerado corretor ortográfico do Microsoft Word: catrevage, que segundo o Houaiss pode significar sobra de materiais de construção, monte de quaisquer objetos, súcia de malandros ou móveis e utensílios pobres. A palavra, usada na descrição do Espaço Crônico (www.cidaugusto.blog-se.com.br), é apenas uma das pérolas do meu vocabulário arcaico, motivo freqüente de gargalhadas.
A turma ri, e não é pouco, quando falo coisas assim. A tropa de casa, por exemplo, não me deixa em paz, porque me recuso a usar "creme dental", "condicionador de cabelo" e a enfiar "cinto" nas calças. Insisto em pedir "pasta" para escovar os dentes, "creme rinse" para engordar caspa e "cinturão" para impedir que o fundo das calças bata nos pés. Nada contra o vocabulário moderno, apenas me acostumei com certos nomes.
Sexta-feira, antes de bater o tradicional ponto no Bar do Ku, em Natal, acompanhei mamãe à gravação de uma entrevista dela na TV Assembléia, programa Sala de Imprensa, comandado pelo jornalista Roberto Guedes. Disse a dona Sandra, em determinado instante, que Fulano de Tal dos Anzóis Pereira dera um "passamento". Ela riu: "Passamento! Ave Maria, meu filho, há muito tempo eu não escutava essa palavra".
Minha mulher, Maria da Conceição, que agora deu para falar de mim (que tenho chulé, que acordo com remela nos olhos, que minha orelha esquerda é de abano), sabe de minha paixão por palavras com cheiro de naftalina, mas não se acostuma, mesmo depois de duzentos e trinta anos de convivência conjugal e de guerra contra o relógio. Há pouco, estava "mangando" porque pedi um simples "caneco" d'água a Cid Filho.
Dona Conceição é fogo, vive achando graça dos meus termos: "cachete", "oxe!", "ruge", "matraca", "peia", "cocorote", "biloura", "carão", "peba", "pereba", "maricas". Falando em maricas, o conhecimento de velhos vocábulos evita que eu caia em esparrelas, tipo um amigo que, ao ver uma menina de seus 17 anos, lépida e fagueira no setor cinco da UFRN, encheu o peito de orgulho e disparou: "Cid, eu sou um pederasta!".
Fiquei apreensivo com a tal revelação, feita daquela forma abrupta, em voz alta. "Será uma cantada, um desabafo, será o quê?", perguntei a meus botões, mas eles estavam mudos de susto e tão curiosos quanto eu para saber os motivos de o cara sair do guarda-roupa justo ali, sem subterfúgios, sem metáforas, sem medo, pronto para enfrentar o mundo machista e os preconceitos dos Severinos e Jece Valadões desta vida.
Depois percebi tratar-se de um mal-entendido. "Eu sou um pederasta!", repetiu o sujeito, esclarecendo: "Adoro meninas de 17 anos". Tratando-se de um amigo, tomei a liberdade de tranqüilizá-lo: "Não se afobe tanto. Relacionamento sadio com moça de 17 não é caso de polícia, afinal, PEDOFILIA é a atração sexual por crianças, não por adolescentes bem resolvidas, e PEDERASTIA é uma opção desde a Antiguidade".
CID AUGUSTO E-MAIL: cid@digizap.com.br

quarta-feira, 13 de julho de 2005

Curto é o poema
Curta é a vida
Curta a vida
Qual curta poesia

Curto é o poema
Curta é a vida
Curta o poema
Como curta vida

Ávida e curta
Como é a vida
Faz fenda a letra
Faz funda ferida

Faz poesia
Como animal
Rasga com garras
Com dentes
Com sal

Faz poesia
Como cama cheia
Com peitos
Com bunda
Mulher recheada

Curta poesia
Como curta vida
Como infinita
É a vida curtida

Fértil e fugaz
Falada e fodida
Falo falante
Na fenda faminta

NARCISO PÕE DONA DA LOJA DE BACANAS DASLU NO XILINDRÓ


Se você não quer ler uma versão tendenciosa da notícia, leia aqui a matéria séria. Caso queira ler a minha versão, simbora.

A dona da Daslu, Eliana Tranchesi, acusada de picaretagem pela Polícia Federal vende uns reloginhos e umas bolsinhas pras granfinas das altas rodas da sociedade e prostitutas de luxo em geral. Só que a mesma está sendo acusada de escamotear os preços na importadora para ganhar uns trocados a mais e assim poder beber seu prosseco com suco Tang em paz com os credores da quitanda. Só que o grande irmão, ou seja, o fisco, notou um certo cheiro de malandragem no ar e, como o malandro que é malandro acaba sendo malandro demais, acreditam os meganhas que a distinta cidadã abocanhou cerca de R$ 10.000.000,00. Mixaria, só paga 3 cervejas e dois caldinhos de mocotó lá no Bar do Amigão, na 506 sul...
Pois bem. Os federais já trataram de dizer que a gerente da loja, a filha do governador de São Paulo, não tem nada a ver com o pato, claro. Desde quando os gerentes têm acesso a esse tipo de informação, não é mesmo? Absurdo ao menos cogitar essa hipótese... mas mesmo não tendo sido provado nada ainda, a dona da loja vai ficar em cana por 5 dias, para desestressar dessa correria louca que é a vida no Jet Set e os canas fazerem o limpa. Inclusive por falar em limpa, em breve a Daslu estará fazendo uma super queima de arquiv... digo, de estoques, com preços até 50% mais baratos. Assim vocês mulheres poderão finalmente adquirir aquele perfume que antes custava R$ 1.800,00 por míseros R$ 900,00, divididos em até 6 vezes no Losango Credit Card.
Qual a relevância da notícia? Nenhuma! Não acrescentou em nada para o meu crescimento pessoal, mas quem disse que eu estou ligando para isso? eu quero mesmo é que o mundo acabe em barranco para que eu possa morrer escorado... mas se for com um reloginho da Daslu, melhor, né mesmo?

NOTÍCIAS TOSCAS-

CARREGAMENTO DE PRÓTESES DE SILICONE É ROUBADO!

Pelo menos 200 mulheres moradoras do Rio terão de ficar com seus peitos murchos por um pouco mais de tempo....

ps: Eu vi o blog do Leo Freitas....putz, dizer o quê? O moço desistiu das mulheres, diz que quer ser padre, escreve tudo na "língua da internet" ( So FalTa EsCReveR AssIm....kkkkkkk) e escolheu um template daqueles que pré-adolescentes acham o máximo!O Corba, ele não pode ficar com teu nome não, enfia a porrada nele!!!

terça-feira, 12 de julho de 2005

PQP

Nem meu próprio nome querem mais me deixar usar.

Sr. Leandro de Freitas, para piorar tudo, você ainda é de Brasília também, e tem um nome bastante parecido com o meu. Na verdade, Leandro, não é a primeira vez que você me causa problemas. Há mais de dez anos, quando estudava Inglês no C.I.L., eu achei que tinha sido reprovado, pois ia para um nível mais alto que o que você cursava na época, e em uma leitura rápida na listagem, confundi meu nome com o seu.

Não se preocupe. Como você é evangélico, jurista e gosta de música sertaneja (pelo que pude depreender de seu blog), mesmo com o nome parecido, a chance de sermos confundidos é mínima. De qualquer modo, vou mudar de novo meu nick.

Quis me livrar do "Corbusier" porque isso diz respeito a uma piada antiga do tempo da faculdade, que nada diz para 99% dos frequentadores do Buldozer, e também porque passava, para meus amigos arquitetos, uma imagem arrogante - que quem me conhece sabe que é falsa. Além disso, o Dogma 1,99 exclui a apreciação de trabalhos de portadores de diploma de curso superior, assim, prefiro não chamar muita atenção para isso. Então, acho que vou adotar uma corruptela de Leo Corbusier - Leo Corba - só para te deixar em paz. Viu como eu sou legal? Nunca vi tal nome antes. Acho que não vai ser problema dessa vez.

Só para deixar claro, estou ciente que os leitores desse blog não estão nem aí para tudo isso, e querem mais é que meu nome, nick ou o caralho que seja, tudo se exploda. Como eu também não estou nem aí para a opinião alheia, então estamos todos quites.

sábado, 9 de julho de 2005

Nick de cu é rola. Agora meu nome vai aparecer direito nas postagens. É isso aí.

quinta-feira, 7 de julho de 2005

Críticos descem a lenha em filme do Quarteto Fantástico



Desde o momento que eu li as primeiras notícias do filme do Quarteto Fantástico eu já senti que o filme seria uma bela merda. Bem, não deu outra - a crítica está massacrando o filme sem piedade. Vejam essas críticas:

1) Cinema em cena:

http://www.cinemaemcena.com.br/crit_editor_filme.asp?cod=253

2) Ain't it cool news (em inglês):

http://www.aintitcool.com/display.cgi?id=20643

3) Spliced wire (em inglês):

http://www.splicedonline.com/05reviews/fantastic4.html


O filme tem estréia mundial no dia 8 de julho (economizem dinheiro e assistam coisa melhor!)

Reinaldo, o Bruto

Drummond, o erótico - vol. 2




Texto enviado por Cida, my love

Aí está outra obra prima do Drummond, agora descrevendo o boquete. Vejam os dois últimos versos da terceira estrofe. Nele, por meio das palavras, o poeta reproduz o ápice do ato. É como se fosse o momento do orgasmo. Divirtam-se!


MIMOSA BOCA ERRANTE

Mimosa boca errante
à superfície até achar o ponto
em que te apraz colher o fruto em fogo
que não será comido mas fruído
até se lhe esgotar o sumo cálido
e ele deixar-te, ou deixares, flácido,
mas rorejando a baba de delícias
que fruto e boca se permitem, dádiva.

Boca mimosa e sábia,
impaciente de sugar e clausurar
inteiro, em ti, o talo rígido
mas varado de gozo ao confinar-se
no limitado espaço que ofereces
a seu volume e jato apaixonados,
como podes tornar-te, assim aberta,
recurvo céu infindo e sepultura?

Mimosa boca e santa,
que devagar vai desfolhando a líquida
espuma do prazer em rito mudo,
lenta-lambente-lambilusamente
ligada à forma ereta qual se fossem
a boca o próprio fruto, e o fruto a boca
oh chega, chega, chega de beber-me,
de matar-me, e na morte, de viver-me.

Já sei, a eternidade é puro orgasmo.

MEU RANKING DE SUSPEITOS DO ATENTADO DE LONDRES

1º Lugar – ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

O terrorismo não estava na pauta original do encontro do G-8, e tudo indicava que o encontro ia pegar fogo, pra valer, na discussão sobre a recusa dos EUA em assinar o Protocolo de Kyoto. Tony Blair já havia anunciado que essa seria sua abordagem no encontro, e que desafiaria Bush frontalmente nesse particular. Quão conveniente para George Bush foi esse atentado, que já mandou Blair para casa, e certamente vai mudar o foco da agenda do encontro, deixando o ambientalismo em segundo plano e enxertando o "combate ao terrorismo" como foco central da discussão.

2º Lugar – FRANÇA

Posso até imaginar o Chirac falando:

- Ah, venceram a disputa no Comitê Olímpico, é? Então peraí...

3º Lugar – IRA – Exército Republicano Irlandês

O Prefeito de Londres estava em Cingapura chupando o pau dos membros do Comitê Olímpico. O Primeiro-Ministro da Inglaterra estava na Escócia, em Edimburgo, e levou junto metade da força policial de Londres para comparecer no quarto da esposa dele enquanto estivesse nas reuniões. Em trégua ou não, como resistir a essa oportunidade de ouro para matar ingleses?

4º Lugar – JUSTO VERÍSSIMO

Coisa covarde desse atentado foi que voltou-se especificamente para matar pobre, foi feito justamente no sistema de transporte público de Londres. Em bem na hora do rush, as explosões foram às 08h50min de lá, sendo que eles entram no trampo às 9h. Pobre, além de se atrasar pro serviço porque ficou enchendo a cara na rua ontem em comemoração à vitória no Comitê Olímpico, ainda explode. Quem não tem grana só se fode mesmo... enquanto isso o Blair voa de jatinho e helicóptero. Porque não matam ele com um míssil anti-aéreo, em vez de explodir gente indo para o trabalho?

5º - Lugar – TERRORISTAS ISLÂMICOS

Não posso acreditar que um grupo com um nome tão imbecil quanto “Aliança Santa da Al-Qaeda para a Jihad na Europa” consiga ter concebido, organizado e executado uma operação tão meticulosa e coordenada, mas vá lá. Como essa é a hipótese da imprensa - baseada numa evidência “fortíssima”, que é uma nota em uma página obscura da Internet, que qualquer moleque de dez anos pode fazer – vamos apresentar essa possibilidade na lista também.


Agora, se você não sabe o que é o G-8, 0 que é o Protocolo de Kyoto, quem é Jacques Chirac, o que é a Al-Qaeda, muito menos o que é o Comitê Olímpico ou o que aconteceu em Londres, sinceramente, foda-se! Procure na internet e deixe de ser ignorante, não vou linkar porra nenhuma. Agora, não conhecer Justo Veríssimo é perdoável, você pode ser um moleque punheteiro e espinhento e não ter idade para saber. Justo Veríssimo era um personagem televisivo de Chico Anysio nos anos 80, um deputado federal bigodudo cujo lema era "Eu odeio pobre!". Coloquei a foto do FHC no lugar porque, sinceramente, não achei imagem de Justo Veríssimo no Google, e achei que nosso ex-presidente seria quem mais tem a ver com o espírito do personagem.

terça-feira, 5 de julho de 2005

MOVIDO À CACHAÇA


Lembrei de uma boa!

Estava eu e a Roberta (a santa que me atura) no carro indo lá de casa para a casa do meu sogro. Isso era um sábado ou domingo de manhã ainda. Quando passávamos nas proximidades de um colégio só vi um fiat palio desviando de uma bicicleta. Chegando mais perto vi que o ciclista em questão estava mais mamado que teta de vaca parideira de tanta cachaça! O cara fazia um zig-zag da gota serena enquanto tentava pedalar e quando eu ia passando do lado do cara lá vem ele para o lado do meu carro. Buzinei. No que eu buzinei já fui passando ao lado do sujeito que já tratou de ir caindo de boca na calçada.

Na mesma hora eu e a Roberta ficamos já com pena do sujeito, caido ali daquele jeito. olhando pelo retrovisor vi que ele ia se levantando, mas devia estar mal, porque ainda por cima estava andando rápido, uma vez que era uma ladeira. Seguimos nosso caminho, com aquele sentimento de culpa, mesmo não tendo nada a ver diretamente com a queda do sujeito. Apenas desviamos um pouco para ir ao banco sacar uma graninha pra cachaça das criançase logo voltamos ao caminho que deveríamos seguir.

Para nossa surpresa e gargalhadas gerais, uns 10 minutos depois e há uns 4km do local da queda, lá avistamos o camarada da bicicleta, ainda completamente embriagado, encarando a maior subida de ladeira debaixo de um sol quante da muléstia! A primeira reação foi parar a conversa (falávamos mal do Reinaldo, como de costume), olhar com cara de espanto um para o outro e depois cair na gargalhada dentro do carro. Essa foi uma grande prova de que há uma força que protege aos cachaceiros! Deve ser por isso também que eu sobrevivi a mim mesmo até hoje...

segunda-feira, 4 de julho de 2005

Vídeos de mau gosto para pessoas de bom gosto - vol. 2.4

1) Um demente tarado por gordinhas (736 KB)

Download

2) Nunca brinque com um gordinho estressado (645 KB)

Download

3) Vovó do Lauro comemorando seus 90 anos (485 KB)

Download


Se você não sabe usar o Rapidshare, siga as instruções abaixo:

1) Clique no link do vídeo desejado (dãaaaa...)
2) Ao entrar no site, mova sua barra de rolagem vertical lá para baixo. Você verá uma tabela com os escritos FREE e PREMIUM. Clique em FREE.
3) Ao carregar a página, mova novamente sua barra de rolagem vertical lá para baixo e aguarde em torno de 2 minutos para o link ficar disponível.
4) Quando o link ficar disponível, dê um clique e baixe a porra do vídeo (não use programas aceleradores de download, o site não aceita!)

Reinaldo, o Bruto

domingo, 3 de julho de 2005

MERDAS QUE RECEBO PELA INTERNET


Acho que eu vou começar a levar a sério esse lance de academia.

sábado, 2 de julho de 2005

E QUEM SE ACHAVA AZARENTO...

As coisas são realmente estranhas. Nunca tive sorte, só ganhei duas rifas na minha vida, e por ser azarenta, sempre odiei aquelas pessoas sortudas...sabe aquelas que acham 50 reais na rua, que perdem a data do vestibular e o mesmo é cancelado por suspeita de fraude, etc

Já estava numa das minhas meditações sobre como o destino não é lá essas coisas , quando vejo que eu não tenho azar perto de uma família mexicana ( ô país de merda também...)

Raio fere oito pessoas de mesma família no México

Imagina só: mexicanos, pobres e ainda por cima, Deus não gosta deles! Os famélicos estavam procurando abrigo da chuva, pensando " Minha Virgenzinha Guadalupe, nos ajude" e PUMBA, vem o raio em cima daquelas cabeças sem sombreiro.....quem manda não emigrar pros EUA, já diria a Glória Perez.........

- Quem se importa?
- Você quer pintar a parede com os miolos do moleque e pergunta “quem se importa”?
- É, porra, quem se importa!?
- Porra, isso não é certo!
- Peraí...você acabou de enrabar o moleque e gozar na cara dele. Fez ele passar a língua na tua porra com uma faca no pescoço dele. Vem me falar de certo e errado?!
- É isso aí! Os dez mandamentos não me proíbem de enrabar o moleque e gozar na cara dele! Mas me proíbem de matar ele! É pecado porra!
- E "não pecar contra a castidade"?
- Isso é comer mulher virgem antes de casar. Nunca fiz!
- Tá, foda-se. Você não se deu ao trabalho de vendar o moleque. Ele viu a cara da gente. Vou matar ele e enterrar no mato. Ainda bem que não registramos a entrada dele aqui.
- Tu quer matar, mata. Mas deus tá vendo que não tenho em minhas mãos o sangue desse inocente!
- Não, tu tem no teu pau. E eu também. Grande merda de diferença.

Cinco tiros na cara de um menino negro de oito anos de idade. Uma Kombi tipo furgão deixa para trás um edifício. Em sua fachada, a placa:

LAR DA CRIANÇA CARENTE PAPA JOÃO PAULO II - PARÓQUIA DA RUA 05
Este orfanato abriga 150 crianças sem pai nem mãe! Colabore!

sexta-feira, 1 de julho de 2005

CIDADE ESTRUTURAL - rolou "revolts" !





Texto enviado por Cida, my love


Pode parecer um paradoxo, mas amo a Estrutural e odeio a Estrutural. Odeio o que aquilo representa: um feudo insano de um maníaco por votos. Os caras invadem terras públicas, destroem o meio ambiente, poluem o lençol freático do Parque Nacional de Brasília – conhecido como Água Mineral – e ainda acham que têm o direito de ter rede de energia elétrica, telefone, passarela de pedestre, hospital, escolas etc.

O safado do Roriz e os amigos dele deixaram que seus eleitores e cabos eleitorais invadissem a margem da Estrutural que faz divisa com o Parque ecológico da Água Mineral e construíssem lá uma enorme favela. A BR Estrutural, de onde, antes, tinha-se uma vista bonita do Plano Piloto, com uma área verde à esquerda (sentido de quem vai de Taguatinga para o Plano) e chácaras com plantações à Direita, hoje tem, de um lado, uma favela monstruosa, que alguns têm a coragem, a petulância ou a imprudência de chamar de Cidade Estrutural. Do outro, há mais uma invasão rorizista: a da ex-colônia agrícola Vicente Pires, que tem casas maiores e melhores, mas que não deixa de ser invasão e usurpação de terras públicas, para não falar em roubo.

Na época em que o Cristóvão Buarque foi governador, ele tentou retirar algumas invasões dessas, especialmente as que se localizam em reservas ambientais ou que estão próximas a elas. Caso da Estrutural. A intenção era levar aqueles que quisessem para cidades satélites, nas quais poderiam construir sua casa. Poucos foram e o problema foi ao máximo. Os funcionários encarregados de derrubar tudo foram lá com a polícia, mas os invasores se jogaram contra eles e provocaram um combate que foi quase uma guerra. Eles não querem sair porque o local é próximo do Cruzeiro, do Guará e do Plano Piloto. “Uma boa localização, não queremos ir pra longe”: ouvi de um deles no DF TV. A ignorância imperou e os dementes continuaram instalados lá. Essa subespécie é assim: não entende, não quer entender e detesta quem entende. Ficou por isso mesmo. E não pensem que digo isso por preconceito de ordem social: há ricos entre esses mentecaptos e por trás deles.

Nunca se sabe quando eles vão invadir a BR Estrutural, que eu adoro, por que é uma estrada aqui do DF em que ainda se pode trafegar a 80 Km por hora ou mais – os pardais são de 80Km/hora, mas há locais em que não há esses monstros –, em que não há semáforos ou cruzamentos. Isso, pra quem mora em Brasília é o máximo, já que o trânsito aqui parece estar se tornando tudo aquilo que nós mais tememos: engarrafado em todas e quaisquer vias.

Hoje em dia, a favela cresce a cada dia mais e cogita-se a possibilidade de aumentar a reserva ambiental do Parque Nacional de Brasília. Enquanto isso não ocorre, quando se trafega na Estrutural, só abstraindo muito para enxergar Brasília entre poeira, lixo e detritos. É isto o que eu tenho buscado fazer: abstrair. Quando passo por lá, especialmente a noite, ainda entrevejo Brasília no meio da miséria à sua volta. Mas quando aqueles espécimes bestializados resolvem invadir a rodovia, nada os segura.

De vez em quando, sem aviso nenhum, eles invadem as pistas da BR Estrutural nos horários de tráfego mais intenso. Motivo: fazer reivindicações. Já soube de vezes em que eles quebraram carros, amassaram, jogaram pedras e paus nos veículos e em seus motoristas. Aquilo lá vira um inferno. Eles também costumam queimar madeira e pneus no meio da estrada. Algo parecido aconteceu na sexta-feira passada. Fiquei cerca de uma hora parada na Estrutural. A polícia foi até lá, mas a defesa civil também foi para não permitir que a polícia tomasse as devidas atitudes. Uma grávida e seus comparsas se sentaram no meio da pista para não permitir o trânsito.

É claro que acho que as pessoas têm o direito de se manifestar, mas, nesse caso, não são pessoas: são uns animais – no mau sentido – que não dão a mínima para as pessoas que trabalham e que precisam transitar por aquela via. São invasores de terras que são públicas, ou seja, que pertencem a todos nós. São, então, ladrões e estão nos roubando. São poluidores de uma água que já foi cristalina e que todos podiam ir pegar na Água Mineral para beber. Nesse parque também há uma piscina onde corre essa água e na qual muita gente nada, inclusive crianças: eles não pensaram nisso. Não pensaram, porque não pensam, são bestas. Não são coitados não. São tipos que querem se dar bem às custas do governo e das outras pessoas. Até a polícia tem medo de entrar naquele antro à noite.

Pra mim, esse tipo não tem direitos civis, aliás, não tem direito nenhum: não respeitam os outros, não têm de ser respeitados.

Vovó do Lauro faz 90 anos



Ontem eu acompanhei o nosso amigo Lauro Montana na festa de aniversário que comemorou os 90 anos de sua querida vovó. A festa rolou na casa do tio rico do Lauro, que mora no Lago Sul. A família toda se reuniu e a festinha foi de alto nível. Para vocês terem uma idéia teve bacalhau à vontade, assim como uísque e champanhe Chandou. Na hora de cantar "parabéns para você" rolou uma chuva de pétalas de rosa em cima da velha e uma apresentação surpresa de uma banda tocando músicas populares dos anos 30 e 40. Ao ver a família toda reunida em volta da vó do Lauro e ouvir a banda tocando, dei uma cutucada no Lauro:

- Bicho, você observou que a maioria das pessoas aqui está vestida de preto?
- É mesmo. E daí?
- Porra, cara, olha essa banda tocando em frente da tua vó. Essa música tá a cara do tema de O poderoso chefão. Pô, isso aqui ta parecendo a festa da máfia! Já, já vamos ver um corpo boiando na piscina.
- Hahahahahah, é mesmo! Minha vó é a mama Paraguaçu! Daqui a pouco a gente escuta os capangas trocando tiros lá fora!
- É, já pensou se nesse exato momento os capangas da tua família estão matando as famílias rivais?
- [empolgado] Hahahahahahah! Imagina dois capangas invadindo um quarto de motel onde um casal está trepando. Um dos capangas entrega um celular para o casal. No celular está a minha mãe, que fala: "Boa noite. Sinto dizer, mas vocês serão mortos agora. Nada pessoal, apenas negócios". Aí os capangas retiram picaretas de uma bolsa e trucidam o casal. Hahahaha!
- Hahahahahahah!
- E outra: imagina um cara sendo torturado no terraço do prédio do Banco Central. Um dos capangas liga para o celular da minha vó e ela fala "joguem ele daí de cima". Daí os capangas tiram a roupa do cara e arremessam ele pelado do topo do prédio. Ele cai em cima de um carro e o alarme dispara. Hahahahahahahaha!
- Putz...

Até o final da festa o Lauro ficou imaginando mais umas trocentas cenas de assassinatos comandados pela famiglia Paraguaçu. O mané teve até a coragem de contar isso para um dos tios dele que, por incrível que pareça, curtiu a piada.

De qualquer modo, desejo muitas felicidades para a vovó do Lauro. A velha ja passou por vários problemas de saúde (incluindo um enfarte e problemas pulmonares), mas continua firme e forte. Daqui a pouco a família entrega o prêmio Highlander para ela.

Reinaldo, o Bruto

MARCHA DOS COM-TERRA


Não sei se todas as criaturas cultas e bem informadas que acessam este blog souberam, mas houve uma manifestação essa semana na Esplanada dos Ministérios de produtores agrícolas denominada "Tratoraço". Trocando em miudos, os produtores agrícolas reclamavam do estado de penúria em que a agricultura brasileira ficou por conta da omissão do governo no sentido de desenvolver políticas de apoio à produção. PENÚRIA!?!?
Penúria foi a última coisa que eu soube que houve por lá. O acampamento do movimento que ficou ali perto daquele descampado atrás do Teatro Nacional e do lado do prédio do INCRA e do Ministério do Desenvolvimento Agrário foi o point da semana. Os caras tiveram a manha de esgotar os estoques de picanha maturada do Pão de Açucar do Conjunto Nacional e deixar boas gorjetas para as moças que passaram as noites na boléia dos caminhões.
Sem falar a turma do setor hoteleiro que teve uma lotação incomum para a época do ano. Boa parte dos manifestantes preferiram deixar os empregados no acampamento e irem dormir o sono dos justos em leitos macios de hotéis da Capital Federal, mas no outro dia estavam por lá chorando a miséria do campo. Chorando miséria e deixando a bosta de uns parafusos que mais parecem pregos por toda parte onde os tratores passavam. Ganhei uma merda dessas no pneu do meu Fusca ontem de manhã e segundo o borracheiro não fui o único. O borracheiro está curiosamente feliz com a manifestação. Cada trator devia estar soltando uns 3 desses parafusos por dia, provavelmente devem ter sido muitos pneus remendados nessa semana.
É por isso que eu gosto do movimento dos com-terra, pois, embora fechem o eixo monumental em plena hora do rush, gastam pra caralho na cidade movimentando o setor de serviços (hotéis, restaurantes, supermercados, putas e borracheiros).