sábado, 26 de fevereiro de 2005

PRINCÍPIO DA EFICIÊNCIA

Esses dias estudei que um dos princípios do Direito Administrativo é o da Eficiência, e deve ser aplicado em todo o serviço público. Hoje, lendo as notícias, me deparei com um exemplo basilar de eficiência sendo dado pelas polícias do Rio de Janeiro:

Uma operação que envolveu 900 policiais civis e militares, realizada em cinco favelas da região central do Rio, resultou na prisão de um traficante e na apreensão de armas, bombas caseiras e drogas. (fonte)

Porra, novecentos policiais para prender UM traficante? E isso ainda é notícia? Só posso acreditar que botaram uns cem gambés para revirar a favela atrás do cara e os outros oitocentos foram comprar pó para curtir a noite num baile funk por ali mesmo.

LAURO MONTANA EM NOVO FILME





Nosso amiguinho Lauro Montana nem acabou de desfrutar a fama de seu último filme (leia crítica aqui) e já acabou de fazer outro. O novo filme se chama DEMÊNCIA. Quem quiser assistí-lo é so clicar no link abaixo:

http://www.aburgueria.com/demencia/


Como os arquivos estão um tanto grandes (alguns com 10 megas e outros com 4 megas!), recomendo que se salve antes no PC para assistí-los. Para os ignorantes que não sabem usar um computador: clique com o botão direito do mouse em cima dos links de cada parte do vídeo e depois clique em "salvar destino como".

O filme faz jus ao nome. Nele podemos ver o Lauro falando um monte de merda (sem nexo) olhando para a câmera. Quem não conhece o rapaz pode até pensar que ele fumou uma lata de merla antes de filmar, mas eu garanto que ele é desequilibrado o suficiente para falar tudo aquilo sem o auxílio de entorpecentes.

Espalhem o site de Demência para o maior número de pessoas que vocês conseguirem. Deste modo é possível que as pessoas reconheçam o "talento" do Lauro e, assim, ele tenha a chance de ser convidado para estrelar um snuff movie, um filme pornô com travestis ou ganhar um papel de doente mental na próxima novela das 6.



Reinaldo, o Bruto

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2005

Vídeo fofinho

Leitor do Buldozer dublando a música do Latino:

http://www.albinoblacksheep.com/flash/numa.php


Reinaldo, o Bruto

domingo, 20 de fevereiro de 2005

BEM VINDOS AO BRASIL DO SÉCULO XXI



Com o novo presidente da Câmara dos Deputados, nosso país ganha um empurrãozinho para entrar num rumo "novo". Sintam esse único trecho do último discurso do, agora, segundo homem na linha de sucessão presidencial:

“A natureza é tão sábia que, ao ser contrariada com essas aberrações sexuais do mundo moderno, imediatamente reagiu e permitiu que surgisse e se propagasse a terrível epidemia da Aids. (...) A Aids é a revolta da natureza.” (fonte)

O detalhe interessante é que, deputado federal desde 1995, Severino Cavalcanti nunca teve um único preojeto aprovado. O Congresso certamente não acha interessante, por exemplo, um projetinho que tramita por lá transformando o aborto em crime inafiançável. Dizem que até nas bancadas religiosas o sujeito é considerando um extremista. Mais um detalhe interessante sobre ele é que é um político bem experimentado, tendo feito boa parte de sua carreira na ARENA e no PDS, os partidos da famigerada ditadura militar.

Dizem que o povo não sabe votar nem escolher candidato, e pode até ser verdade. Mas, definitivamente, os deputados conseguem ser ainda bem piores que a gente. Acho que seria bem mais difícil essa cara ganhar uma eleição para Presidente da República do que foi para ganhar essa de Presidente da Câmara. Mas não percam as esperanças: se algo acontecer com o Lula e o José Alencar, o Planalto é todinho dele.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2005

MERDAS QUE RECEBO POR MAIL - tudo por um cu




Recebi esse textinho por mail. Alguém sabe quem é o autor? Porra, é genial...


DISCUTINDO A RELAÇÃO


- Vai, enfia no meu cuzinho!
- Tô tentando.
- Como assim tá tentando?
- É que não tá bem duro.
- Não tá bem duro? Vinte anos me enchendo o saco, pedindo: "Deixa eu botar no seu cuzinho" e quando eu deixo você me diz que não tá bem duro?
- Acho que foi a emoção. Deixa eu tentar de novo.
- Então, vem, mete tudo!
- Eu tô quase conseguindo. Abre um pouquinho.
- Abrir o quê?
- O cuzinho.
- Mas você sempre disse que queria botar no cu porque era mais apertado e agora me pede pra abrir? Como é que eu vou abrir o meu cu?
- Relaxando, porra!
- Eu tô relaxada até demais. Você é que tá nervoso com a sua meia bomba.
- O que é isso? Onde você aprendeu a falar assim?
- Falar o quê? Meia bomba? Todo mundo fala meia bomba!
- Não a minha esposa. Isso é coisa de mulher que tem amante.
- Pois fique sabendo que eu já falava meia bomba muito antes de ter um amante.
- O quê? Você tem um amante?
- É isso aí. Tá mais do que na hora de botar as cartas na mesa. Nosso casamento já era.
- Você enlouqueceu? Que papo é esse de uma hora pra outra?
- De uma hora pra outra, nada! A gente sabe que o nosso casamento é um defunto que esqueceu de cair. Nossa filha já tem dezoito anos e eu vou embora com ela.
- Não vai embora porra nenhuma. Primeiro vai me explicar: que história é essa de amante? Há quanto tempo você tem um amante?
- Dois meses.
- É o primeiro?
- É.
- Você deu o cu pra ele?
- Dei.
- Ah! Então é por isso que depois de vinte anos você resolveu liberar pra mim?
- É! É isso! Agora com licença que eu vou me mandar.
- Espera! Isso não pode acabar assim.
- Pode e vai. O nosso casamento já era.
- Não. Eu tô falando do seu cu.
- O que tem o meu cu?
- Eu quero comer. Depois de vinte anos eu tenho direito.
- De que jeito você vai comer o meu cu? Você tá broxa.
- Broxa, não, hein!? Sou corno, mas não sou broxa!
- Você? Corno? Corno que corneia não é corno.
- Quem disse que eu te corneio?
- Cinismo numa hora dessas? Já não bastam os vinte anos de hipocrisia que passamos nesse quarto?
- Tudo bem. Eu admito. Eu arrumei uma amante nos últimos meses.
- Nos últimos meses? Você tem um caso com essa mulher há anos. Eu sei, nossa filha sabe, o namorado da nossa filha sabe, todo mundo sabe.
- Ah! E eu sou sempre o último a saber o que vocês sabem!
- Essa é boa! Você é a vítima agora. Pelo menos ela te dava o cu?
- Não.
- Puta, mas tu é azarado, hein?
- Ah, é? Então fica de quatro que eu vou te mostrar o azarado.
- Pronto! Tô de quatro. Vem logo.
- Com terrorismo não vai dar. Você bem que podia gemer um pouquinho.
- Ai, meu Deus! Tá bom, então. Fode o meu cuzinho. Vem, enfia essa pica grossa no meu rabo. Eu quero sentir esse caralhão me arregaçando. Vem!
- Você fala essas coisas pro seu amante?
- Escuta aqui! Come logo essa porra desse cu que eu preciso ir embora.
- Ah, é assim? Tá de encontro marcado com o amante?
- Vai querer ou não?
- Tá bom. Tá bom. É que tá seco. Você bem que podia dar uma chupadinha.
- Eu é que não vou chupar essa lombriga mole. Dá uma cuspida e vai logo.
- Olha, vamos combinar uma coisa. Você vai preparando as suas malas enquanto eu relaxo um pouquinho. Depois você volta aqui e a gente liquida a fatura.
- Minhas malas já estão prontas.
- Porra! Me apunhalando pelas costas!
- Pobre vítima indefesa! Agora com licença que eu tenho que ir embora.
- Espera. A gente precisa discutir melhor a nossa relação.
- Não me faça rir.
- A gente tem muitas responsabilidades em comum.
- Por exemplo?
- Por exemplo a educação da nossa filha.
- Você nunca se preocupou com isso.
- Nunca é tarde pra começar. Ela já tá uma moça e tem um comportamento que me deixa cheio de dúvidas.
- Que dúvidas?
- Será que a nossa filha dá o cu pro namorado?
- Ah! Vá se foder! Tchau.


Reinaldo, o Bruto

Leve sua garota para assistir
CLOSER - PERTO DEMAIS



Você não vai se arrepender. Só fale assim: "você vai gostar, meu amor, é uma comédia romântica com a Julia Roberts". Ela vai estranhar sua boa disposição, mas vai topar, acreditando que você está cada dia mais apaixonado por ela.

Para dar uma idéia, um dos pontos altos do filme é quando o marido da personagem da Julia Roberts, em um acesso de raiva psico ao descobrir que é um corno, a obriga a descrever todos os detalhes da transa dela com o amante, inclusive as diferenças entre o gosto da porra do amante e o gosto da dele mesmo.

O filme consegue ser extremamente irônico e sarcástico sem lançar mão de uma única cena de mau gosto. Para quem curte um humor inteligente e não aguenta mais filmes água-com-açúcar sem graça de Hollywood, é uma excelente pedida. Além disso, como bônus, você vai curtir um strip-tease light de Natalie Portman, que além de dar toda beleza e charme para o filme, já está escalada para interpretar a ninfeta Evey Hammond em V de Vingança, mais um bom motivo para pagar com gosto esse ingresso.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2005

Indie é tudo bicha...



Reparem bem na foto acima. Sentiram o naipe dos dois rapazes (ham,ham...) que estão nos cantos dessa foto? Pois é, retirei essa foto do flog do Atari Club (http://ubbibr.fotolog.net/atariclub/), famoso antro indie-alternativo-underground de São Paulo. Quem vasculhar o flog um pouco mais vai poder ver umas 300 fotos de homens se beijando e mulheres se amassando na pista de dança.

É...depois dizem que eu tenho perseguição com esse povo. Para terminar, uma perguntinha para o Lauro e a Priscila: por que vocês vivem indo em festa indie, hein? Ser gay é considerado cult no meio dessa turma?

Reinaldo, o Bruto

PS: post dedicado ao Israel Nancyboy e aos idolatrados DJ's indies Gas e Cochlar

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2005

Crie o seu Super-herói

Quer criar um Super-herói sem muito esforço? Então entre nesse site e divirta-se:

http://www.ugo.com/channels/comics/heroMachine2/heromachine2.asp

Neste site você pode escolher quase tudo de um personagem como cabelo, barba, vestimentas, porte físico, insígnia, sexo, etc.

Aproveitando a deixa, vou colocar aqui os personagens que eu criei:


LIBÉLULA MAN, O HERÓI GAÚCHO




Origem: Hugo Campos era um pacato estudante de arquitetura, querido e amado por todos. Um belo dia, ao passear pelo parque de Porto Alegre abraçado com um "amigo", foi abordado por Skinheads da região, que o espancaram brutalmente. Entre a vida e a morte, foi diretamente para a UTI de um hospital próximo. Chegando lá, ficou aos cuidados do renomado cientista austríaco Dicks Inmeinnass, conhecido pelo seu brilhante trabalho de regenerar insetos com radiação cósmica. Vendo Hugo perto da morte, Dicks não pensou duas vezes: injetou no convalecido rapaz um estrato de libélula radioativa, com o objetivo de cicatrizar os ferimentos de Hugo. Como em um milagre, Hugo se recuperou em menos de 10 minutos, e se levantou sentindo o seu corpo modificado, como se fosse uma espécie de libélula-humana. A parir daí ele descobre que tem superpoderes e assume a identidade secreta de Libélula Man, para proteger os inocentes e sensíveis rapazes do Brasil.

Poderes:Vôo, cunete mortal, beijo asfixiante, grito estridente, bigode flamejante e super-força.

Inimigos: Galego (o Skinhead Mutante), Carecas do ABC, Carecas da Asa Norte, Academia de Jiu-Jitsu Kobra Kan, He-man, Cobra Plinsky e Miguel Falabella.



GALEGO, O SKINHEAD MUTANTE



Origem: Marcelo Schindler nasceu no Rio de Janeiro, sendo o filho mais velho de imigrantes alemães. Desde a infância sentia uma forte aversão a negros, judeus, homossexuais, flamenguistas e qualquer outra criatura que não fosse loira e tivesse olhos azuis. Por volta dos 15 anos de idade, Marcelo descobriu que conseguia rastrear a "escória" com o olfato, em um raio de 50 km. "Caralho, sou um mutante!", pensou Marcelo. Mais tarde ele acabou descobrindo também possuir a capacidade de se comunicar telepaticamente com o espírito do nazista Joseph Mengele, que lhe dava sábios conselhos do além. Aos 22 anos começou a matar todas as pessoas que ele considerava a ralé do mundo, com a ajuda de alguns amigos Skinheads e do espírito de Mengele. "O Brasil para os loiros e heterossexuais!" é o seu grito de guerra.

Poderes: sentidos aguçados (olfato e visão), telepatia, habilidade nata para artes marciais, super-força, brutalidade incontrolável.

Inimigos: Libélula Man, torcida do Flamengo, Gugu Liberato, Estado de Israel, Capoeira Senzala., Furacão 2000 e Miguel Falabella


BORRACHEIRO



Origem: Valdevan Pereira era um feliz borracheiro dos postos Pedrosa. Um belo dia, no meio do expediente, algo terrível acontece : um raio atinge o local de trabalho de Valdevan, que é lançado a metros de distância! Ao acordar, Valdevan percebe que sobreviveu por um milagre e nota que alguma coisa estranha ocorreu em seu corpo. "Puta que pariu, estou sentindo a vibração daquele pneu!", pensa Valdevan. Logo depois, ele nota que o raio fundiu o seu DNA com as moléculas dos pneus próximos, algo que lhe proporcionou incríveis superpoderes. A partir deste dia, Valdevan assumiu a identidade secreta de Borracheiro, para combater o crime e proteger as inocentes (mulheres apenas).

Poderes: atrair qualquer pneu com vibrações eletro-magnéticas, arremessar pneus, exalar cheiro de pneu queimado, sentir a vibração de pneus.

Inimigos: Galego (o Skinhead Mutante), Pirelli, Goodyear, Ninjas traficantes do Chaparral, Trombadinhas mutantes e Miguel Falabella.


PAVILHÃO, O HERÓI DOS PRESÍDIOS



Origem: Ednei dos Santos nasceu na periferia de São Paulo, no seio de uma família desestruturada. Seu pai era um cafetão de um puteiro próximo enquanto sua mãe era uma alcoólatra maconheira maníaca-depressiva envolvida no tráfico de drogas. Desde a infância Ednei sofria com a violência doméstica, com seu pai lhe aplicando surras homéricas sem nenhum motivo aparente. Aos 6 anos de idade, Ednei fugiu de casa e iniciou a sua vida de crimes. Cometou um estupro aos 7, matou um PM aos 8, teve uma overdose de crack aos 9 e liderou uma quadrilha de assaltantes aos 11 anos. Preso na FEBEM com 12, liderou a rebelião que resultou no massacre de todos os internos, mortos com uma colher e um alicate de unhas. Aos 20, Ednei foi preso em Bangu I e lá percebeu que era temido por todos os presos, que o consideravam uma lenda viva do mundo do crime. A partir de então, Ednei assumiu a identidade de Pavilhão, e iniciou a sua liderança nas rebeliões de penitenciárias e facções criminosas do Brasil.

Poderes: Brutalidade incontrolável, ultra-violência, super truculência, super força e super crueldade.

Inimigos: Todo mundo, em especial o Miguel Falabella.

Reinaldo, o Bruto

sábado, 12 de fevereiro de 2005

Sequestramos Augusto César ganha prêmio no Chile


Parece incrível, mas o filme do nosso amiguinho Lauro Montana (crítica aqui) está fazendo carreira internacional! O filme agora ganhou menção especial no Festival de Cinema Digital do Chile. Confiram:

http://www.festcinedigital.cl/ganadores.html (Mención Especial FCD)


Tudo bem que o filme foi divertido, mas ganhar prêmio até no Chile foi demais. Isso é só uma prova que o Lauro consegue enganar até como ator. Grande Kid Mumu...

Reinaldo, o Bruto

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2005

HOJE É FESTA LÁ NO MEU APÊ - parte 2





Texto enviado por Priscila (Aleluia!)


Ainda sobre meu círculo hediondo de amizades, não poderia deixar de contar as aventuras de outra amiga, a mulher de pior gosto para homens que eu já vi. Para se ter uma idéia da figura, ela achava o cantor baiano Netinho seu ideal de beleza. Enfim.....quando ela arranjou o primeiro namorado sério nos chamou para uma festa na casa dele. Ela deve ter achado que todos já estavam enturmados o bastante depois daquele encontro, já que na semana seguinte lá estava rolando uma outra festa e um grupo de amigos no quarto do namorado dela, sentados na parte de cima de uma bicama, conversando..foi quando ela o namorado resolveram transar....na cama de baixo. Testemunhas disseram que o show não foi lá essas coisas.....

Dizem que a primeira vez nunca se esquece. É mentira! Essa mesma amiga estava de olho num carinha...tanto fez que acabou ficando com ele na casa de parentes. Eles beberam um pouco, nada demais e junto com os todos lá na casa, e depois subiram pro quarto, onde ficaram nas "preliminares". No dia seguinte, o tal do carinha a trata super bem, falando de como foi legal ter sido" o primeiro" e tal....

O fato é que ela não notou que aquilo que eles fizeram era sexo. Se vocês acham que é piração minha, ou que o cara deu algum remédio pra ela, só posso dizer que essa minha amiga conseguiu a façanha de tirar um " não logrou nota" numa redação. Sim, nem zero o professor achou que ela merecia! È claro que eu não vou só entregar minhas amigas estranhas. Até por que, se eu tenho amigas desse naipe, é sinal de que eu não sou lá muito normal. Dentre as bizarrices que me aconteceram em termos sexuais, contarei a experiência mais escrota da minha vida. Foi mais ou menos assim: nos idos dos anos 90 eu conheci um cara super gente fina e bonito. Tempos depois, ele me chama pra ir na festa de aniversário dele...eu fui e o cara me deu maior atenção...." vou me dar bem" , eu pensei.

Então a gente começou a sair: cinema, barzinho e tal, tudo dentro dos conformes. As coisas começaram a ficar mais quentes e fomos parar no motel....eu nunca levei susto maior, ou melhor, MENOR. Na hora ele me avisou que o bingulim dele não era exatemente grande...a verdade é que eu encarei um micropênis, duro do tamanho de um isqueiro......saí correndo e aprendi a lição: agora meto logo a mão grande nas calças pra saber se o bagulho é utlizável.....

Bom, até o próximo post, antes que eu perca amigas....

terça-feira, 8 de fevereiro de 2005

O POÇO NÃO TEM FUNDO - Homem é preso na Flórida por arrancar a cabeça de um periquito com a boca



Link da notícia: UOL


MIAMI, EUA, 8 fev (AFP) - Um homem foi preso nos Estados Unidos esta segunda-feira por arrancar a cabeça de um periquito com a própria boca, quando ficou bêbado em uma festa perto de New Smyrna Beach, Flórida, informou a polícia. Bruce Coates, de 34 anos e paramédico no departamento de Bombeiros da localidade de Edgewater, se encontrava na festa na madrugada de domingo quando pegou o periquito, botou a cabeça da ave dentro da boca e a arrancou, indica o informe policial.(...) O dono de Izzy, o periquito, apresentou queixa na polícia e uma ordem de prisão foi emitida. Coates foi multado por crueldade com animais, pagou fiança e foi suspenso do trabalho até que se esclareça o caso.

O nome do periquito bem que poderia ser Ozzy em vez de Izzy [nota: Ozzy Osbourne é aquele roqueiro demente que é famoso por ter arrancado a cabeça de um morcego em um show ao vivo]. Mas o que deu na cabeça desse cara para decapitar o bichinho? Será que ele escuta vozes quando bebe? Isso seria uma boa dúvida para se tirar com o Chico.

Reinaldo, o Bruto

Há algum tempo percebi um padrão em determinado setor da sociedade que me intriga, uma particularidade sobre os defensores de nosso país: os militares.

- Já sei, você é mais um dos que vão dizer que eles são metidos e autoritários, e querem agir com todo mundo na rua como se estivessem no quartel!

Errou feio, amigo. Não tenho esse tipo de preconceito em relação aos milicos. De fato, já conheci vários deles que são pessoas humildes e de trato fácil, abertos ao diálogo, que não ficam só falando de guerra, estratégia e tal. Na verdade, o que me chamou a atenção por ser um verdadeiro padrão é a mania que os caras tem de usar bigode. Isso mesmo, bigode, mustache. Nove entre cada dez milicos que eu conheço se amarram em usar bigode, especialmente oficiais, e eu não tenho a menor idéia do porquê. Como nunca tive as caras de perguntar para eles, pergunto para os leitores:

ENQUETE:
POR QUE MILITARES SE AMARRAM TANTO NUM BIGODE?



a) Para parecerem mais másculos e viris para seus subordinados, elemento importante para manter a hierarquia, conquistar respeito admiração, carinho, afeto, amor e tesão dos soldados, enfim, todas essas coisas tão intrínsecas à vida na caserna.

b) Para tentarem impor respeito parecendo mais velhos, sérios e maduros através do bigodão, já que o soldo não ajuda muito nesse sentido.

c) Para entrarem em clima de guerra quando vão fazer treinamentos em seus tanques anfíbios Cascavel com a cabine recheada de fotos do Freddie Mercury. O hype, no caso, é colocar “Bohemian Rapsody” tocando no som do blindado para dar mais adrenalina e emoção, agitando a guerra dentro e fora da cabine.

d) Para proteger a boca ao caírem de cara nos azulejos, quando abaixam para pegar o sabonete que deixaram cair no chão do vestiário;

e) Para compensar psicologicamente a obrigação imposta a todos os bravos guerreiros da pátria, desde o tempo de Esparta, de depilar o orifício anal (no que são constantemente “passados em revista” por seus superiores). Assim, deixam crescer o bigode para poder ter pêlos ao menos em um dos orifícios que usam para cumprir as suas principais obrigações hierárquicas.

Respostas no rolo compressor