quarta-feira, 1 de julho de 2009

O mundo é dark, muito dark: DO COMEÇO AO FIM



Em agosto, nos cinemas, estréia mais uma fantástica produção nacional para a família brasileira: DO COMEÇO AO FIM. Essa comovente produção mostra dois irmãos que se apaixonam desde crianças e mistura incesto, pedofilia e baitolice.

O mais punk é que, ao que parece pelo trailer, o filme não vai ser uma pornochanchada tosca padrão anos 70, nem um filme cru como os do Cláudio Assis, como se espera numa produção desse tipo. Esse filme, ao que tudo indica, terá fotografia refinada, trilha sonora dramática, criancinhas felizes e atores da novela das oito sorrindo o filme inteiro. Bizarrices em um filme de formatação impecavelmente comportada, o que me parece muito mais bizarro do que filmes com vocação tipicamente freak.

A discussão aí, na verdade, é pesada. A produção certamente não vai incluir cenas de pegação entre os atores mirins, mas insinuação é o que não falta. Onde termina a jurisdição da arte e começa a da Polícia Federal? Não sei nem quero saber, acho que, por via das dúvidas, vou passar longe dessa porra.