quinta-feira, 9 de março de 2006

PEDRA É PEDRA EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO


Mais uma emocionante manifestação de pedreirice para os nossos amados leitores:

*************************************************************************************

Egípcia pede divórcio por não agüentar marido fedorento

Da France Presse

09/03/2006
08h16-
Uma egípcia pediu e obteve o divórcio em um tribunal do Cairo depois de alegar que não suportava mais a falta de higiene e o mau cheiro do marido. O casal vivia junto há 8 anos e morava com seus três filhos no bairro residencial de Nasr City.

Apesar das aparências, a mulher vivia um verdadeiro drama, porque o marido decidiu não tomar mais banho.

"Quero a liberdade, não tentem me reconciliar. Não suporto mais seu cheiro", implorou a mulher no tribunal de família de Nasr City, após relatar seu sofrimento físico e psicológico com a falta de higiene do marido.

Os juízes convocaram o marido para dar explicações, e como ele não compareceu ao tribunal, decidiram conceder o divórcio por "incompatibilidade de odores".


*************************************************************************************

Não deve ser mole ser jurista no mundo islâmico, onde o cara tem que elaborar as teses mais esdrúxulas porque a lei não permite que um casal se separe simplesmente porque está a fim. "Incompatibilidade de odores" é froid...

Isso me lembra a história de um conhecido meu que, apesar de morar no Lago Sul (bairro nobre de Brasília), não tinha muita grana e ia de ônibus para o serviço. Detalhe é que o ônibus que liga o Lago Sul ao centro sai de um bairro pobre do DF, o Paranoá. Ele ficava puto:

- Porra, Léo, foda pegar aquele ônibus que vem do Paranoá cheio de peão.

- [eu, sério]- Deixa de ser preconceituoso, cara, vai dar uma de Justo Veríssimo agora? Se acha bom demais para andar com pobre?

- Claro que não, cara! Mas porra, a galera anda fedendo!!! O baú é uma nhaca só!

- [eu, ainda discordando] - Bicho, você queria o quê? Boa parte da galera é trabalhador braçal, e nem sempre tem chuveiro no serviço. Às vezes até tem, mas se o cara parar para se banhar perde o ônibus...

- PORRA LÉO! Os caras vem fedendo é na IDA! Às sete da manhã! E pelo nível do futum, dormiram daquele jeito! Não venha me dizer que no Paranoá não tem água encanada, porque você sabe que tem!!!

- [eu, de cabeça baixa e sem argumentos depois dessa]- Putz...