quarta-feira, 3 de agosto de 2005

COLUMBIA TRISTAR INVENTOU CRÍTICO DE CINEMA FICTÍCIO PARA FALAR BEM DE SEUS FILMES

... e os cinéfilos americanos, organizados, conseguiram arrancar uma bela indenização da Sony (dona do estúdio) por conta disso. Eles alegam que foi graças à crítica de um inexistente "David manning" que gastaram tempo e dinheiro para assistirem bombas como O Homem Sem Sombra, Limite Vertical, Coração de Cavaleiro, Animal e O Patriota. Clique aqui para ler a notícia completa.

Dessas bombas todas, só vi O Patriota, que é realmente medíocre, simples versão americanizada (e inferior) de Coração Valente. Por sorte, nunca confiei muito em críticos para escolher com que filmes vou torrar meus trocados suados. Para quem confia em opinião de crítico, aí está. Só fico imaginando como podem ser tão ruins esses filmes, tiveram que inventar um crítico falso pois nem em troca de jabá a imprensa quis falar bem.