segunda-feira, 16 de agosto de 2004

GUIA BULDOZER DE FANTASIAS POLITICAMENTE CORRETAS PARA O DIA DAS BRUXAS

Segundo os preceitos da SOSACI

3 – Fantasia de Curupira



Segundo o folclore brasileiro, o Curupira é um espírito protetor das florestas, que aparece como um rapazola seminu, com cabelos feitos de chamas, pés virados para trás, e montado em um porco-do-mato. Ele castiga os desmatadores, e, em especial, os caçadores cruéis. Elemento típico de nosso folclore de origem indígena, essa fantasia não pode faltar no Raloim de um admirador dos preceitos da Sosaci:

Material:

1 serra elétrica
1 ferro de solda
1 kit de anestesia, incluindo anestesista
1 agulha e linha para sutura
1 garrafa de álcool
1 caixa de fósforos
1 tanga de folhas de jaqueira
1 porco-do-mato, vivo, e de preferência faminto

Instruções:

Peça ao anestesista para aplicar-lhe anestesia local nos dois pés. Após, serre ambos e costure-os de volta às canelas, porém virados para trás. Cauterize o ferimento da junção com ferro de solda, e suture tudo para dar mais firmeza. Após isso, dispa-se e vista a tanga de folhas de jaqueira, que será sua única vestimenta durante a noite.

Chegando à entrada da festa, encharque a cabeça (não o rosto) com o álcool, acenda um fósforo e ateie fogo. Monte no porco-do-mato, segure firme e jogue um pouco de álcool em no traseiro do animal. Em seguida, enfie um fósforo aceso no ânus do mesmo, e tudo pronto. Você fará uma entrada triunfal na festa, todos lhe notarão. Se alguém pedir-lhe para se livrar do javali, explique que a partir de então, ele é seu único meio de locomoção. No final da festa, ofereça-o para uma rifa, que será feita para juntar grana para a compra da sua cadeira de rodas.